Vegetação

O entorno da Vila de Paranapiacaba é coberto por Floresta Ombrófila Montana Latipoliada. Por estar próxima ao Trópico de Capricórnio, se encontra na transição entre a zona tropical e sub-tropical. As condições pluviométricas são favoráveis ao desenvolvimento de uma floresta tropical exuberante, mas a diminuição da temperatura em função da altitude, atua como fator limitante. Dessa forma, é classificada como floresta pluvial, montana ou baixo montana. (DOMINGOS, 1987:24).

A Mata Atlântica representa um importante refúgio de espécies vegetais e animais, ameaçados de extinção, devendo ser prioritária a sua preservação.

Quanto mais próximo ao cume dos morros, a vegetação passa de florestal para arbustiva fechada, com espécies que variam em altura de 30 a 40 cm, sobre solo pouco desenvolvido , pedregoso e coberto por espessa camada de líquens e musgos.

Nas altitudes compreendidas entre 50 e 900 metros, ocorre uma formação florestal típica, onde crescem árvores de 24 a 28 metros de altura, como a viola, o jequititbá, o cedro, e a maçaranduba.

É exatamente nesse ambiente que ocorre a maior diversidade de epífitas, como numerosas espécies de bromélias , orquídeas, cactos e antúrios, que são explorados por comerciantes clandestinos, que estimulam o extrativismo vegetal, fazendo com que ao lado do palmito, essas espécies vegetais se tornem ameaçadas.